SOS Pesquisa e Rorschach - Guenia Bunchaft

fechar
 Nome: 
 Email: 
  

 

Rorschach

    Elaborado por H. Rorschach em 1922, consiste em dez imagens que o profissional apresenta ao paciente.

    Como é aplicado e corrigido?

    É aplicado individualmente, durante um intervalo de tempo que oscila entre 2-6 horas. Sua correção demanda um tempo de no mínimo 8 horas, requerendo muita experiência e estudo do teste.

    Qual a validade científica?

     É atualmente o teste de personalidade mais respeitado e utilizado a nível nacional e internacional, sendo aprovado como um instrumento válido e confiável pelo Conselho Federal de Psicologia.

    O que o teste avalia?

    O Rorschach é um teste de personalidade que avalia características de personalidade profundas, destacando-se aspectos como: funcionamento intelectual, amplitude de interesses, nível de ansiedade básica e situacional, condições afetivas e emocionais, capacidade para tolerar frustrações, equilíbrio e controle emocionais, capacidade de relacionamento interpessoal, impulsividade, nível de aspiração, ajustamento e integração humanos, capacidade de adaptação ao trabalho e psicopatologias graves, como epilepsia, distúrbio bipolar, esquizofrenia etc.

    Como o teste pode auxiliar  psicólogos   e psiquiatras?

    Além de identificar aspectos deficitários do indivíduo, também revela suas potencialidades, possibilitando aflorar qualidades e possibilidades desconhecidas e positivas, mostrando-se uma excelente ferramenta para auxiliar nos processos psiquiátricos e psicoterápicos.

    O diagnóstico desses aspectos negativos e positivos, logo ao início da psicoterapia, poderá ajudar  a  otimizá-la,  pois uma avaliação de personalidade bem feita pode identificar precocemente aspectos que poderiam levar meses e, mesmo anos para serem vistos na terapia.  Além disso, ajuda o psiquiatra a estabelecer um diagnóstico diferencial, mostrando a ele, p. exemplo, se seu paciente tem uma esquizofrenia que ainda não se manifestou ou índices de epilepsia. E na área de RH, em que situações o Teste de Rorschach  pode e deve ser aplicado?

    A avaliação da personalidade em RH costuma se utilizar de testes objetivos, levando-se em conta o critério da praticidade inerente ao mundo dos negócios. Esses testes, porém, têm duas grandes desvantagens: são facilmente manipuláveis por uma pessoa inteligente, que é capaz de direcionar suas respostas de modo a dar uma impressão favorável ao avaliador; e resultam em uma avaliação muito superficial da personalidade do candidato.

    O Teste de Rorschach, por ser baseado em tarefas pouco estruturadas, torna praticamente impossível ao indivíduo que está sendo selecionado ou promovido distorcer suas respostas em um sentido positivo; além disso, fornece ao psicólogo uma avaliação mais profunda do funcionamento psicológico do indivíduo, o que é importante quando se trata de cargos de gerência ou de grande responsabilidade/confiança.

    Concluímos, então, que, quando se trata da avaliação de personalidade de um indivíduo que está se candidatando ou pretende ser promovido a um cargo de um nível mais elevado, deva ser aplicado o Teste de Rorschach.